ENADE 2021: Ciências sociais (bacharelado e licenciatura) com Gabarito

ENADE - Meus Exercícios

ENADE 2021: Ciências sociais (bacharelado e licenciatura) com Gabarito

CONHECIMENTO ESPECÍFICO

ENADE 2021 - QUESTÃO 09
Sampa
Alguma coisa acontece no meu coração
Que só quando cruza a Ipiranga e a avenida São João
É que quando eu cheguei por aqui eu nada entendi
Da dura poesia concreta de tuas esquinas
Da deselegância discreta de tuas meninas

Quando eu te encarei frente a frente não vi o meu rosto
Chamei de mau gosto o que vi, de mau gosto, mau gosto
É que Narciso acha feio o que não é espelho
E à mente apavora o que ainda não é mesmo velho
Nada do que não era antes quando não somos Mutantes

Pan-Américas de Áfricas utópicas, túmulo do samba
Mais possível novo quilombo de Zumbi
E os Novos Baianos passeiam na tua garoa
E novos baianos te podem curtir numa boa
VELOSO, C. Letra de Sampa. Terra Enterprises, Inc.,
Gapa - Guilherme Araujo Prod. Art. Ltda (adaptado).

Com base na interpretação da letra da música Sampa à luz da perspectiva antropológica, avalie as afirmações a seguir.

I. Permite-se interpretar "Quando eu te encarei frente a frente não vi o meu rosto" como uma percepção de alteridade.

II. Concebe-se a constatação "É que quando eu cheguei por aqui eu nada entendi" como um reconhecimento do estranhamento diante das diferenças socioculturais.

III. Entende-se a analogia "Mais possível novo quilombo de Zumbi" como uma demonstração etnográfica da presença da identidade negra na capital paulista.

É correto o que se afirma em

A) I, apenas.
B) III, apenas.
C) I e II, apenas.
D) II e III, apenas.
E) I, II e III.


ENADE 2021 - QUESTÃO 10
A trincheira está em beco e vielas,
me abençoe, Santa Favela.
A tristeza está em beco e vielas,
me abençoe Santa Favela.
Pode crer, periferia, má savana,
Não podemos deixar “se crescerem” os bacanas.
Já que vivemos sofrendo, pela paz morreremos,
uma nova África queremos, se pá vamos a remo.
Os males do passado curemos em um samba-enredo,
sou mais a liberdade da morte do que a gaiola do medo.
Sou mais a sabedoria do poeta errante,
do que a ignorância, um cerol cortante.
De Zambi abençoá rainha Nzinga Ginga,
a cultura vinga.
Será que curaremos séculos de fúria?
Ginga Nzinga, mandinga, bravos lutadores,
Pois a raiva se alastra com as armas dos opressores
A trincheira está em beco e vielas,
me abençoe Santa Favela.
A tristeza está em beco e vielas,
me abençoe Santa Favela.
SILVA, J. C. G. Do Hip-Hop ao Sarau Vila Fundão: jovens, música e poesia na cidade de São Paulo.
Cadernos de Arte e Antropologia [online], v. 1, n. 2, out. 2012 (adaptado).

Considerando o texto, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas.

I. O poema ressignifica experiências históricas marcantes para a população negra brasileira por meio de categorias simbólicas da exclusão peculiares à contemporaneidade, como becos, vielas e favelas.

PORQUE

II. As referências à África e à luta antirracista contemporânea se inserem no tema transversal “o passado como instrumento de crítica no presente” que foi, até recentemente, negligenciado nos currículos escolares nacionais.

A respeito dessas asserções, assinale a opção correta.

A) As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa correta da I.

B) As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa correta da I.

C) A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.

D) A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.

E) As asserções I e II são proposições falsas.


ENADE 2021 - QUESTÃO 11
Em Os Argonautas do Pacífico Ocidental, o frontispício é uma fotografia com o título “Um ato cerimonial do Kula”.

Em Os Argonautas do Pacífico Ocidental, o frontispício é uma fotografia com o título “Um ato cerimonial do Kula”. Um colar de conchas está sendo oferecido a um chefe trobriandês, que está de pé na porta de sua casa. Atrás do homem que presenteia o colar, está uma fileira de seis jovens, curvados em reverência, e um deles sopra uma concha. Todos os personagens estão de perfil, com a atenção aparentemente concentrada no rito da troca, um evento importante na vida melanésia. Mas, a um olhar mais atento, parece que um dos trobriandeses que se curvam está olhando para a câmera.
CLIFFORD, J. A experiência etnográfica: antropologia e
literatura no século XX. 2. ed. Rio de Janeiro: UFRJ, 2002. p. 18 (adaptado).

Considerando as informações apresentadas na imagem e no texto é correto afirmar que, a noção de autoridade etnográfica, elaborada por Clifford nas décadas finais do século XX, aponta para

A) os recursos narrativos mobilizados pelo pesquisador para construir e validar, no texto etnográfico, a objetividade do conhecimento antropológico.

B) a demonstração das diferenças entre as múltiplas vozes nativas e a do pesquisador no texto etnográfico padrão da antropologia até então.

C) a subjetividade da perspectiva antropológica, sublinhando a importância das emoções dos próprios etnógrafos no resultado final de suas pesquisas.

D) o crescente uso de tecnologias audiovisuais nas pesquisas de campo com o objetivo de coletar dados etnográficos mais precisos do que os registrados textualmente.

E) a imparcialidade da antropologia, reconhecendo a capacidade dos pesquisadores de se sobrepor às disputas locais para descobrir uma realidade cultural específica.


ENADE 2021 - QUESTÃO 12
TEXTO I
Existem, em cada estado, três tipos de poder: o poder legislativo, o poder executivo das coisas que dependem do direito das gentes e o poder executivo daquelas que dependem do direito civil. Quando, na mesma pessoa ou no mesmo corpo de magistratura, o poder legislativo está unido ao poder executivo, não existe liberdade, porque se pode temer que o mesmo monarca ou senado crie leis tirânicas para executá-las tiranicamente.
MONTESQUIEU, C. S. B. O espírito das leis. São Paulo:
Martins Fontes, 1996, p. 167-168 (adaptado).

TEXTO II
Estudos recentes mostram que emendar a agenda proposta pelo Poder Executivo é a norma. Mais do que isso, mostram a lógica de operação de um governo de coalizão. A iniciativa, a formulação e a proposição da agenda cabem ao Poder Executivo, ao presidente ou ao seu partido. Os partidos da coalizão, em geral, colaboram com a implementação dessa agenda. Respeita-se assim o mandato popular que emerge das urnas. A versão final da agenda, aquela que é aprovada e que será implementada, cabe à coalizão. Negociações e concessões entre aliados são o “arroz com feijão” de governos multipartidários, no parlamentarismo e no presidencialismo.
LIMONGI, F.; FIGUEIREDO, A. C. A crise atual e o debate institucional.
Novos Estudos Cebrap, v. 36, n. 3, 2017, p. 87-88 (adaptado).

Considerando a teoria dos três poderes de Montesquieu e a relação entre os ramos Executivo e Legislativo no sistema presidencialista brasileiro, avalie as afirmações a seguir.

I. A teoria dos três poderes formulada por Montesquieu para tratar do funcionamento das instituições do Estado moderno não implica apenas autonomia dessas instituições, mas também cooperação entre elas, para que não sejam colocadas em risco as liberdades políticas.

II. O presidencialismo de coalizão caracteriza-se como um sistema político no Brasil, no qual, para aprovar suas propostas e projetos políticos no Congresso Nacional, o Poder Executivo necessita construir maiorias parlamentares.

III. A patronagem prevalece no funcionamento dos partidos políticos no Brasil, engloba os mecanismos de controle e negociação, dos quais o Poder Executivo faz uso para conseguir apoio parlamentar, e é a base fundamental do presidencialismo de coalizão.

É correto o que se afirma em

A) I, apenas.
B) III, apenas.
C) I e II, apenas.
D) II e III, apenas.
E) I, II e III.


ENADE 2021 - QUESTÃO 13
Artigo 4 – Definições
Para os fins da presente Convenção, fica entendido que

1. Diversidade Cultural
Diversidade cultural refere-se à multiplicidade de formas pelas quais as culturas dos grupos e sociedades encontram sua expressão. Tais expressões são transmitidas entre e dentro dos grupos e das sociedades. A diversidade cultural se manifesta não apenas nas variadas formas pelas quais se expressa, se enriquece e se transmite o patrimônio cultural da humanidade mediante a variedade das expressões culturais, mas também por meio dos diversos modos de criação, produção, difusão, distribuição e fruição das expressões culturais, quaisquer que sejam os meios e tecnologias empregados.

2. Conteúdo Cultural
Conteúdo cultural refere-se ao caráter simbólico, à dimensão artística e aos valores culturais que têm por origem ou expressam identidades culturais.

3. Expressões culturais
Expressões culturais são aquelas expressões que resultam da criatividade de indivíduos, grupos e sociedades e que possuem conteúdo cultural.
UNESCO. Convenção sobre a proteção e promoção da diversidade
das expressões culturais, 20 out. 2005, Paris. 
Disponível em: https://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000149742.
Acesso em: 20 maio. 2020 (adaptado).

Com base nas informações apresentadas, assinale a alternativa que correlaciona corretamente o conteúdo das definições da Convenção elaborada pela Unesco ao culturalismo de Franz Boas.

A) As definições de diversidade, conteúdo e expressões culturais, evidenciando as particularidades de cada recorte, contrapõem-se à preocupação de Franz Boas com a construção de um culturalismo que se apoiava na sistematização do conceito de cultura e apontava semelhanças nas produções e expressões de distintas sociedades.

B) O culturalismo de Franz Boas apresenta a cultura como uma “teia de significados”, o que implica estarem nela imbricadas noções como as de diversidade, conteúdo e expressões culturais, exatamente por expressarem os significados dados às ações e aos sujeitos em cada um desses recortes de análise.

C) O documento da Unesco expressa uma abordagem relativizada da noção de cultura em função de uma ênfase pluralista que não contempla o movimento de difusão e irradiação cultural, que é uma das características da teoria culturalista de Franz Boas.

D) O culturalismo de Franz Boas questiona as limitações do método comparativo, mostrando o caráter etnocêntrico da análise apoiada na existência de ideias universais, entre elas, a noção de cultura como entidade autônoma às singularidades de cada grupo, que é a base das definições de caráter pluralista do documento da Unesco.

E) O documento da Unesco manifesta uma visão evolucionista por abordar ideias universais na definição de cada cultura em particular, entretanto esse movimento é criticado pela visão culturalista de Franz Boas, que defende a conexão das ideias universais com uma noção de cultura entendida como civilização.


ENADE 2021 - QUESTÃO 14
Uma pesquisa conduzida na Grã-Bretanha aponta que as mulheres, especialmente as mães, conciliam trabalho e família de modo mais flexível, enquanto os homens tendem a delimitar o tempo dedicado ao trabalho e à família, importando a lógica do trabalho realizado no espaço da organização.

Como ignorar o possível aumento da sobrecarga das mulheres, especialmente das mães, que limpam suas casas, cuidam de seus filhos e/ou pais, cozinham e ainda trabalham remotamente sem flexibilização de suas metas? Embora reconheçamos que há homens desempenhando alguns desses papéis, um eventual desequilíbrio na divisão de responsabilidades recai sobre quem?

Considerando a aplicação dos métodos de pesquisa das Ciências Sociais a um estudo sobre a questão de gênero em situação de trabalho remoto, avalie as afirmações a seguir.

I. A identificação de um impacto desigual do trabalho remoto entre homens e mulheres necessita ser corroborada por estatísticas para ter validade científica na área de Ciências Sociais.

II. Nas Ciências Sociais, permite-se a combinação de metodologias qualitativas e quantitativas de acordo com os objetivos de cada pesquisa, portanto, a temática evocada no texto possibilita a produção de vários e distintos recortes de pesquisa que colaborem entre si.

III. Uma possível metodologia de pesquisa para o tema abordado seria a pesquisa Survey, voltada à coleta de dados de determinado grupo, obtidos por meio de um questionário, por exemplo.

IV. Para pesquisas sobre participação e diferenciação dos gêneros em situação de trabalho remoto, a etnografia, é pouco indicada como método de pesquisa, tendo em vista seu caráter particularista e subjetivo.

É correto apenas o que se afirma em

A) I e IV.
B) II e III.
C) II e IV.
D) I, II e III.
E) I, III e IV


ENADE 2021 - QUESTÃO 15
Mauss entendeu que a lógica mercantil moderna não substitui as antigas formas de constituição dos vínculos e alianças entre os seres humanos e constatou que tais formas continuam presentes nas sociedades modernas. Semelhantes modalidades de trocas aparecem, para ele, como um fato social total que se revela a partir de duas compreensões do total. Totalidade no sentido de que a sociedade inclui todos os fenômenos humanos de natureza econômica, cultural, política, religiosa, entre outros, sem haver nenhuma hierarquia prévia que justifique uma economia natural que precederia os demais fenômenos sociais. Totalidade, também, no sentido de que a natureza desses bens produzidos pelos membros das comunidades não é apenas material, mas também, e sobretudo, simbólica.
MARTINS, P. H. A sociologia de Marcel Mauss: dádiva,
simbolismo e associação. Revista Crítica de Ciências Sociais.
Coimbra, n. 73, 2005. p. 2-3 (adaptado).

Considerando o potencial da teoria da dádiva para explicar fenômenos sociais contemporâneos, avalie as afirmações a seguir.

I. A crítica à lógica do homo economicus permite questionar o paradigma do economicismo fundamentado na centralidade do mercado e o pensamento utilitarista que propõe a motivação egoísta como base da ação humana.

II. Analisar o fenômeno político do clientelismo como lócus de trocas interpessoais assimétricas confronta os pressupostos teóricos básicos da teoria da reciprocidade maussiana, que aborda a obrigatoriedade de dar, receber e retribuir.

III. A concepção de associação, ou aliança, é central para se pensar a sociedade civil, na atualidade, como uma experiência histórica particular, com mecanismos de organização e processos de pertencimento e de reconhecimento interpessoais que se expandem fora dos domínios próprios do Estado e do mercado.

É correto o que se afirma em

A) II, apenas.
B) III, apenas.
C) I e II, apenas.
D) I e III, apenas.
E) I, II e III


ENADE 2021 - QUESTÃO 16
Os grandes sociólogos, em seus estudos, raramente saíram das generalidades sobre a natureza das sociedades, sobre as relações do reino social e do reino biológico, sobre a marcha geral do progresso. Ora, para tratar essas questões filosóficas, não eram necessários procedimentos especiais e complexos.

Mas as precauções a tomar na observação dos fatos, a maneira como os principais problemas devem ser colocados, o sentido no qual as pesquisas devem ser dirigidas, as práticas especiais que podem permitir chegar aos fatos, as regras que devem presidir a administração das provas – tudo isso permanecia indeterminado.
DURKHEIM, É. As regras do método sociológico. São Paulo: Abril Cultural, 1978 (adaptado).

Considerando o texto apresentado bem como o pensamento positivista, o organicista e o funcionalista, avalie as afirmações a seguir.

I. No funcionalismo há uma interdependência das partes e das funções que elas exercem em uma sociedade, de forma que o bom funcionamento de todas é essencial para a garantia da ordem social.

II. Metodologicamente, o positivismo se volta à observação dos fenômenos que se explicam a partir de teorias comprovadas por métodos científicos válidos, isso porque se opõe às explicações teológicas e metafísicas.

III. Há uma linha evolutiva e gradativa que marca a superação do pensamento organicista para o funcionalista e tem como pano de fundo o positivismo; Durkheim, ao rejeitar as explicações biológicas e psicológicas dos fenômenos sociais, é um dos seus expoentes.

IV. O positivismo de Comte visava à superação da ideia de que a sociedade é comparável a um organismo e de que as instituições exercem funções de forma análoga aos órgãos do corpo humano, fator que, segundo ele, impedia a criação de um objeto próprio à Sociologia por voltar-se à biologia e à ecologia humanas.

É correto apenas o que se afirma em

A) I e II.
B) I e IV.
C) II e III.
D) I, III e IV.
E) II, III e IV.


ENADE 2021 - QUESTÃO 17
Devemos perguntar-nos em que consiste essa diversidade, com o risco de ver os preconceitos racistas, apenas desenraizados da sua base biológica, voltarem a formar-se num novo campo. Se não existem aptidões raciais inatas, como explicar que a civilização desenvolvida pelo homem branco tenha feito os imensos progressos que nós conhecemos, enquanto as dos povos de cor permaneceram atrasadas, umas a meio do caminho, e outras atingidas por um atraso que se cifra em milhares ou dezenas de milhares de anos? Não poderemos, pois, pretender ter resolvido negativamente o problema da desigualdade das raças humanas se não nos debruçarmos também sobre o da desigualdade – ou da diversidade – das culturas humanas, que, de fato, senão de direito, está com ele estreitamente relacionado no espírito do público.
LÉVI-STRAUSS, C. Raça e História. In: Antropologia Estrutural II. 
Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1976 (adaptado).

Considerando o tema apresentado no texto e a antropologia contemporânea, avalie as afirmações a seguir.

I. Para a Antropologia social contemporânea, raça não é um conceito cientificamente válido para interpretar a humanidade.

II. A Antropologia contemporânea reconhece que a perspectiva de raça, como marcador social, tem uma relevância antropológica e sociológica.

III. Dado que raça é uma realidade biológica, padrões de percepção sobre as características físicas se associam à produção de relações políticas, sociais e econômicas.

IV. Contemporaneamente, muitos antropólogos criticam o crescente uso, no Brasil, de sistemas classificatórios com base em categorias bipolares, como branco e negro.

É correto apenas o que se afirma em

A) I e III.
B) I e IV.
C) II e III.
D) I, II e IV.
E) II, III e IV.


ENADE 2021 - QUESTÃO 18
O Estado moderno foi o resultado de uma construção histórica ocorrida na Europa na passagem da Idade Média para a Idade Moderna. O poder político, antes disperso, passou por um processo de centralização e de concentração na figura do soberano. Dois autores foram fundamentais para pensarmos o Estado na sua acepção moderna: Nicolau Maquiavel e Thomas Hobbes. Maquiavel descreve os meios para que um príncipe com virtù e fortuna pudesse conquistar e manter o Estado, fundamental para a estabilidade política.

Já Hobbes propõe que o Estado seria resultado de um pacto entre os indivíduos, dada a situação de conflito perene e latente em que viviam no estado de natureza. O Estado, assim, resolveria os problemas de fragmentação e de instabilidade política, pois garantiria a unidade territorial, a ordem e a paz social.

Considerando o texto apresentado, sobre as contribuições de Maquiavel e de Hobbes para se pensar o Estado Moderno, assinale a alternativa correta.

A) Para Maquiavel e Hobbes, a estabilidade política seria garantida por meio da defesa pelo Estado das liberdades civis e políticas dos indivíduos.

B) Para Maquiavel, os problemas de fragmentação política, típicos da Idade Média, seriam resolvidos por meio de um contrato social estabelecido entre os cidadãos com o fim de fundar o Estado.

C) O processo de formação do Estado moderno foi fortemente influenciado pelas ideias liberais de Maquiavel e Hobbes, que fundamentaram a sua eclosão na Europa.

D) Para Maquiavel, o jusnaturalismo moderno salvaguardaria o direito natural dos indivíduos à vida, levando à necessidade de se garantir a estabilidade política em um Estado.

E) Para Hobbes, os indivíduos abririam mão de suas liberdades naturais para viverem em um ambiente de segurança garantido e controlado pelo Estado.


ENADE 2021 - QUESTÃO 19
Os homens fazem a sua própria história; contudo, não a fazem de livre e espontânea vontade, pois não são eles que escolhem as circunstâncias sob as quais ela é feita, visto que estas lhes foram transmitidas assim como se encontram. A tradição de todas as gerações passadas é como um pesadelo que comprime o cérebro dos vivos.
MARX, K. O 18 De Brumário De Luís Bonaparte. São Paulo: 
Boitempo, 2011 (adaptado).

Com base no tema tratado no texto, avalie as afirmações a seguir.

I. Tal como assinala o texto, a história determina as ações dos seres humanos, o que indica que, para Marx, ações e conflitos são pouco significativos para a mudança da realidade social.

II. O materialismo histórico-dialético preconiza que o estudo da dinâmica dos fenômenos sociais deve ter como base a análise da realidade material e considerar os movimentos e tensões permanentes da realidade.

III. Marx rejeita a interpretação predominante do idealismo hegeliano sobre o conteúdo do processo social, e considera que os acontecimentos decisivos se dão no âmbito das relações materiais, e não na esfera da evolução das ideias.

IV. Marx vê a sociedade como uma composição de forças contrárias que se complementam, mas também se enfrentam; para o autor, a história desse embate constante entre os interesses dos que já foram e dos que ainda estão por vir é a luta de classes.

V. A ação social, segundo Marx, guia-se pelo interesse de classe, sem ser influenciada por crenças e visões de mundo, isto é, por ideologias.

É correto apenas o que se afirma em

A) I, II e IV.
B) I, II e V.
C) I, III e V.
D) II, III e IV.
E) III, IV e V.


ENADE 2021 - QUESTÃO 20
A forma pela qual as honras sociais são distribuídas em uma comunidade, entre grupos típicos que participam dessa distribuição, pode ser chamada de “ordem social”. Ela e a ordem econômica estão, decerto, relacionadas da mesma forma com a “ordem jurídica”. Não são, porém, idênticas. A ordem social é, para nós, simplesmente a forma pela qual os bens e serviços econômicos são distribuídos e usados. A ordem social é, decerto, condicionada em alto grau pela ordem econômica, e por sua vez influi nela. Dessa forma, “classes”, “estamentos” e “partidos” são fenômenos da distribuição de poder dentro de uma comunidade.
WEBER, M. Economia e sociedade: Fundamentos da sociologia 
compreensiva. Brasília: Editora Universidade de Brasília; São Paulo: 
Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 1999 (adaptado).

Considerando as informações do texto e as análises de Weber sobre o fenômeno da estratificação social, avalie as afirmações a seguir.

I. A estrutura social se organiza em termos de divisão de poder que, por sua vez, advém de fatores econômicos que determinam o tipo de estratificação social encontrado nas diversas sociedades.

II. Para Weber, poder é a probabilidade de uma pessoa, ou várias, impor, em uma ação social, a vontade própria.

III. Classes sociais são camadas sociais cuja forma de estratificação permite ao indivíduo ascender ou mudar de status social sem que isso elimine as desigualdades.

IV. A sociedade medieval é um exemplo de organização estamental – tipo de estratificação social no qual a posição social é atribuída por ocasião do nascimento e não há possibilidade de mobilidade social, sendo proibido o casamento entre camadas diferentes.

É correto apenas o que se afirma em

A) I e IV.
B) II e III.
C) III e IV.
D) I, II e III.
E) I, II e IV.


ENADE 2021 - QUESTÃO 21
TEXTO I
Um elemento crucial das democracias eleitorais é a accountability, que garantiria o vínculo entre representantes e representados. Mas as esperanças depositadas nela não encontram mais do que uma pálida efetivação na prática política. A capacidade de supervisão dos constituintes sobre seus representantes é reduzida, devido a fatores que incluem a complexidade das questões públicas, o fraco incentivo à qualificação política e o controle sobre a agenda. Diante dessa situação, surgem propostas de transformação radical dos mecanismos representativos, que resgatam a ideia de “representação descritiva” e enfraquecem, ou mesmo abolem, a accountability.
MIGUEL, L. F. Impasses da accountability: dilemas e alternativas da representação política. 
Revista de Sociologia e Política, n. 25, p. 25-38, 2005 (adaptado).

TEXTO II
Muitos dos argumentos correntes a respeito da democracia giram em torno do que podemos chamar de demandas por presença política: demandas pela representação igual de mulheres e homens; demandas por uma proporção mais parelha entre os diferentes grupos étnicos que compõem cada sociedade; demandas pela inclusão política de grupos que começam a se reconhecer como marginalizados, silenciados ou excluídos. Neste importante reenquadramento dos problemas da igualdade política, a separação entre quem e o que é para ser representado, bem como a subordinação do primeiro ao segundo, está em plena discussão. A política de ideias está sendo desafiada por uma política alternativa, de presença.
PHILLIPS, A. De uma política de ideias a uma política de presença?
Revista Estudos Feministas, v. 9, n. 1, p. 268-290, 2001 (adaptado).

Considerando o debate sobre a crise da democracia representativa liberal e a defesa da política da presença (ou representação descritiva), avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas.

I. A baixa representação de minorias sociais na política institucional tem sido apresentada como um dos limites da democracia representativa liberal.

PORQUE

II. A representação política não tem cumprido sua promessa de assegurar que a atuação do representante expresse os interesses de seus eleitores.

A respeito dessas asserções, assinale a opção correta.

A) As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa correta da I.

B) As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa correta da I.

C) A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.

D) A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.

E) As asserções I e II são proposições falsas.


ENADE 2021 - QUESTÃO 22
Desconfiança política em excesso – e, sobretudo, associada à insatisfação com o desempenho do regime – pode significar que, tendo em conta as suas orientações normativas, expectativas e experiências, os cidadãos percebem as instituições democráticas como algo diferente daquilo para o qual se supõe que elas tenham sido criadas. Mesmo admitindo-se que a existência dessa síndrome de atitudes não impede o regime democrático de continuar existindo, a qualidade da democracia é posta em questão porque o descrédito dos cidadãos passa a questionar princípios do sistema democrático. Em alguns casos, esse descrédito implica, por exemplo, rejeição ao papel de instituições de representação dos cidadãos no sistema, como os partidos e o parlamento.
MOISÉS, J. A; CARNEIRO, G.P. Democracia, desconfiança política e insatisfação com o regime: 
o caso do Brasil. Opinião Pública, v. 14, n. 1, p. 1-42, 2008 (adaptado).

Os gráficos a seguir apresentam os resultados de pesquisas sobre o apoio à democrácia e índice de confiança dos brasileiros no sistema politico.

Gráfico I – Apoio à democracia

Gráfico I – Apoio à democracia

Gráfico II – Índice de confiança

Gráfico II – Índice de confiança
SANTOS, E. R. ; HOFFMANN, F. Qualidade da democracia no
Brasil e confiança nas instituições políticas. 
Revista Latino-Americana de Relações Internacionais,
v. 1 n. 1, Jan./Abr., 2019, p. 46-69 (adaptado).

Considerando o debate contemporâneo sobre qualidade da democracia bem como as informações do texto e dos gráficos referentes ao Brasil, avalie as afirmações a seguir.

I. Conforme o gráfico I, desde 1995, a adesão ao regime democrático cresceu continuamente.

II. Com o crescimento da porcentagem dos que apoiam regimes autoritários, o total dos que preferem um regime democrático caiu para o menor patamar da série história em 2016.

III. A coleta e análise dos dados expostos nos gráficos é importante porque, nas democracias recentes, a desconfiança generalizada das instituições públicas, associada à insatisfação diante do desempenho de governos, pode causar dificuldades de funcionamento do regime democrático.

IV. O gráfico II indica que a Justiça apresenta índices de confiança sempre superiores a 30% e, em 2016, destaca-se por ser a única instituição a elevar seu índice de confiança, subindo quase 10 pontos percentuais em comparação com 2015.

V. O reduzido nível de confiança em instituições como o Congresso Nacional e os partidos políticos abala a legitimidade atribuída às instituições políticas pelos cidadãos, dimensão crucial do funcionamento da vida política.

É correto apenas o que se afirma em

A) I, II e IV.
B) I, II e V.
C) I, III e IV.
D) II, III, e V.
E) III, IV e V.


ENADE 2021 - QUESTÃO 23
O surgimento sequencial dos direitos sugere que a própria ideia de direitos e, portanto, a própria cidadania, é um fenômeno histórico. Houve no Brasil pelo menos duas diferenças importantes. A primeira refere-se à maior ênfase em um dos direitos, o social, em relação aos outros. A segunda refere-se à alteração na sequência em que os direitos foram adquiridos: entre nós o social precedeu os outros. Como havia lógica na sequência inglesa, uma alteração dessa lógica afeta a natureza da cidadania.
CARVALHO, J. M. Cidadania o Brasil: o longo caminho. 
Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2012, 11-12 (adaptado).

Considerando as relações entre Estado e cidadania no Brasil, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas.

I. O padrão histórico de constituição da cidadania brasileira foi marcado por uma trajetória não linear de expansão e garantia dos direitos civis e políticos.

PORQUE

II. A formação do Estado moderno no Brasil foi determinante para o perfil dos direitos de cidadania que se construiu no País, com ênfase nos direitos sociais em detrimento dos civis e políticos.

A respeito dessas asserções, assinale a opção correta.

A) As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa correta da I.

B) As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II não é uma justificativa correta da I.

C) A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.

D) A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.

E) As asserções I e II são proposições falsas.


ENADE 2021 - QUESTÃO 24
No Brasil, particularmente na década de 1990, as transformações geradas pela nova divisão internacional do trabalho foram de grande intensidade, já que partiram de uma dinâmica interna, característica dos países de industrialização dependente, fundada na superexploração da força de trabalho. A imposição de baixos salários, associados a ritmos de produção intensificados e jornadas de trabalho prolongadas, foi ainda acentuada pela desorganização do movimento operário e sindical, imposta pela vigência, entre 1964 e 1985, da ditadura militar.
ANTUNES, R.; PRAUN, L, A sociedade dos adoecidos pelo trabalho. 
Serviço Social. São Paulo, n. 123, jul./set. 2015, p. 409 (adaptado).

A partir da temática do texto, avalie as afirmações a seguir.

I. Os efeitos da nova divisão internacional do trabalho foram mais acentuados e mais perversos nos países de industrialização dependente, uma vez que neles ocorreram ditaduras militares nas décadas anteriores a essa nova divisão.

II. Baixos salários, intensificação do trabalho e prolongamento de jornadas, entre outros efeitos da nova divisão do trabalho, são fenômenos globais, que, no Brasil, foram agravados por sua condição de economia periférica e do enfraquecimento do movimento sindical.

III. A referida nova divisão internacional do trabalho é consequência direta do neoliberalismo, tendência econômica e política que se espraiou pelo mundo nos anos 1980, cujos efeitos de precarização se agravaram no contexto interno de alguns países.

IV. A desorganização do movimento operário e sindical no Brasil se deve à própria industrialização dependente, aliada a condições de hiper exploração do trabalho.

É correto apenas o que se afirma em

A) I e III.
B) I e IV.
C) II e III.
D) I, II e IV.
E) II, III e IV.


ENADE 2021 - QUESTÃO 25
“Todo Estado se fundamenta na força”, disse Trotski em Brest-Litovsk. Isso é realmente certo. Se não existissem instituições sociais que conhecessem o uso da violência, então o conceito de “Estado” seria eliminado, e surgiria uma situação que poderíamos designar como “anarquia”, no sentido específico da palavra. É claro que a força não é, certamente, o meio normal, nem o único do Estado – ninguém o afirma –,mas um meio específico do Estado. Hoje, as relações entre o Estado e a violência são especialmente íntimas. No passado, as instituições mais variadas – a partir do clã – conheceram o uso da força física como perfeitamente normal.

Hoje, porém, temos de dizer que o Estado é uma comunidade humana que pretende, com êxito, o monopólio do uso legítimo da força física dentro de determinado território. Note-se que território é uma das características do Estado. Especificamente no momento presente, o direito de usar a força física é atribuído a outras instituições e pessoas apenas na medida em que o Estado o permite. O Estado é considerado como a única fonte do “direito” de usar a violência. Daí “política”, para nós, significa a participação no poder ou a luta para influir na distribuição de poder, seja entre Estados ou entre grupos dentro de um Estado.
WEBER, M. A Política como Vocação. In: Ensaios de Sociologia.
Rio de Janeiro: Guanabara, 1982, p. 98 (adaptado).

Com base no texto, avalie as afirmações a seguir.

I. A interação política no âmbito das sociedades modernas repousa em um consenso acerca da eliminação da coerção física enquanto instrumento de poder.

II. Na configuração dos sistemas políticos modernos, o consenso e a coerção são formas combinadas de organização da convivência democrática dos diferentes atores políticos.

III. O monopólio do uso legítimo da força pelo Estado elimina a violência nas relações entre o poder público e os cidadãos nas sociedades modernas.

IV. Assim como outras instituições que o precederam na história, o Estado moderno exerce o monopólio do uso legítimo da força física.

É correto apenas o que se afirma em

A) I.
B) II.
C) I e III.
D) II e IV.
E) III e IV.


ENADE 2021 - QUESTÃO 26
Todo brasileiro, mesmo o alvo, de cabelo louro, traz na alma e no corpo a sombra, ou pelo menos a pinta, do indígena ou do negro. No litoral, do Maranhão ao Rio Grande do Sul, e em Minas Gerais, principalmente do negro. A influência direta, ou vaga e remota, do africano. Na ternura, na mímica excessiva, no catolicismo em que se deliciam nossos sentidos, na música, no andar, na fala, no canto de ninar menino pequeno, em tudo que é expressão sincera de vida, trazemos quase todos a marca da influência negra.

Da escrava ou sinhama que nos embalou. Que nos deu de mamar. Que nos deu de comer, ela própria amolengando na mão o bolão de comida. Da negra velha que nos contou as primeiras histórias de bicho e de mal-assombrado. Da mulata que nos tirou o primeiro bicho-de-pé de uma coceira tão boa. Da que nos iniciou no amor físico e nos transmitiu, ao ranger da cama-de-vento, a primeira sensação completa de homem. Do moleque que foi o nosso primeiro companheiro de brinquedo. É a sombra do escravo negro sobre a vida sexual e de família do brasileiro.
FREYRE, G. Casa Grande e Senzala. 25. ed. Rio de Janeiro:
José Olympio, 1987. p. 367-368 (adaptado).

A partir do texto, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas.

I. Casa Grande e Senzala, de Gilberto Freyre, marca uma ruptura com as interpretações racialistas do século XIX.

PORQUE

II. Para o autor, a mestiçagem brasileira é fundamentalmente cultural e se constituiu historicamente nas relações entre diferentes matrizes étnicas que compuseram a população brasileira.

A respeito dessas asserções, assinale a opção correta.

A) As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa correta da I.

B) As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa correta da I.

C) A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.

D) A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.

E) As asserções I e II são proposições falsas.


ENADE 2021 - QUESTÃO 27 - BACHARELADO
TEXTO I
A reflexividade tem dois sentidos: um que é bastante amplo e outro que diz respeito mais diretamente à moderna vida social. Todo ser humano é reflexivo no sentido de que pensar a respeito do que se faz é parte integrante do ato de fazer, seja no plano da consciência, internamente, ou no plano da consciência prática.

A reflexividade social se refere a um mundo que é cada vez mais constituído de informação, e não de modos preestabelecidos de conduta. É como vivemos depois que nos afastamos da tradição e da natureza, por termos que tomar tantas decisões prospectivas. Nesse sentido, vivemos de modo muito mais reflexivo do que as gerações passadas.
GIDDENS, A.; PIERSON, C. Conversas com Anthony Giddens: o sentido da modernidade. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2000, p. 87 (adaptado).

TEXTO II
Dez afirmações falsas recorrentes sobre vacinas foram apresentadas a mais de 2 mil entrevistados nas cinco regiões do Brasil, e o resultado preocupa a Sociedade Brasileira de Imunizações: mais de dois terços dos entrevistados (67%) disseram que ao menos uma das informações era verdadeira.
Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2019-11/sete-em-cada-10-brasileiros-acreditam-em-fake-news-sobre-vacinas. Acesso em: 30 maio 2020 (adaptado).

TEXTO III
Uma parcela de 7% dos brasileiros acredita que o formato da Terra é plano, aponta uma pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha. O levantamento contou com 2 086 entrevistados maiores de 16 anos em 103 cidades pelo país e foi o primeiro a estimar quantos no país duvidam que o planeta seja esférico – cerca de 11 milhões de pessoas.
Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/ciencia/2019/07/7-dos-brasileiros-afirmam-que-terra-e-plana-mostra-pesquisa.shtml?origin=folha. 
Acesso em: 31 maio 2020 (adaptado).

Considerando os textos apresentados, avalie as afirmações a seguir.

I. A difusão de fake news pelas redes sociais tem contribuído para deslegitimar socialmente as descobertas científicas, contrariando as tendências, das quais falava Giddens, de constituição da reflexividade como algo distintivo das sociedades contemporâneas.

II. A modernidade reflexiva é um processo inacabado no qual os atores sociais são cada vez mais influenciados por um conjunto de saberes especializados que lhes permite, assim, manifestar discordância em relação a certos conhecimentos aceitos pela comunidade científica.

III. A secularização da vida social pode ser considerada um traço característico das sociedades modernas, mas está distante de orientar e condicionar igualmente as práticas humanas em todos os domínios da vida social.

É correto o que se afirma em

A) I, apenas.
B) II, apenas.
C) I e III, apenas.
D) II e III, apenas.
E) I, II e III.


ENADE 2021 - QUESTÃO 28 - BACHARELADO
Uma marca central da perspectiva sociológica no estudo de populações é a incorporação da variabilidade entre os indivíduos ou coletividades que as compõem. Essa é uma ideia muito simples, que fica evidente quando olhamos para as diferenças físicas, de personalidade ou na história de vida dos indivíduos, ou as distinções entre qualquer outra unidade de análise: famílias, escolas, empresas, cidades, países etc. 

Diante da variabilidade fundamental entre os indivíduos ou as unidades, temos que reconhecer o caráter probabilístico dos fatos que descrevemos e explicamos. O raciocínio probabilístico é uma consequência direta do trabalho com a variabilidade, e não é uma marca meramente técnica ou metodológica, mas epistemológica, uma vez que toda noção de causalidade implícita nos raciocínios sobre populações incorpora necessariamente a imprevisibilidade e rejeita explicitamente qualquer sugestão determinística como forma cientificamente viável de explicação no âmbito da Sociologia e das Ciências Sociais.
RIBEIRO, C. A. C. Sociologia como ciência das populações: contribuições
de Carlos Hasenbalg e Nelson do Valle Silva no Brasil. 
BIB, São Paulo, n. 86, v. 2, p. 7-35, 2018 (adaptado).

Considerando as informações do texto, assinale a opção correta acerca do debate sobre o uso de metodologias quantitativas nas Ciências Sociais.

A) Os bancos de dados e programas estatísticos como o R, SPSS ou STATA, por se basearem em metodologias determinísticas nas Ciências Sociais, apresentam limitações quando o objetivo é encontrar regularidades sociais.

B) O trabalho com a variabilidade e o raciocínio probabilístico buscam anular a imprevisibilidade dos fenômenos sociais.

C) O principal objetivo da pesquisa sociológica, segundo a abordagem das populações, é descrever e explicar os eventos singulares, relativos a grupos específicos.

D) A incorporação de técnicas de pesquisa das ciências estatísticas permite investigar estruturas complexas de regularidades populacionais que vêm se tornando objeto de explicação sociológica.

E) As técnicas para manipulação de grandes bases de dados (Big Data) substituem a amostragem probabilística para representar a população em pesquisas sociológicas.


ENADE 2021 - QUESTÃO 29 - BACHARELADO
Ao descrever os desafios do trabalho do antropólogo nos estudos sobre violência urbana, Alba Zaluar afirma que o primeiro obstáculo prático que enfrentou, quando no começo de seus estudos sobre quadrilhas de traficantes de drogas ilegais em bairros pobres do Rio de Janeiro, foi o das mentiras, um tema bastante discutido e que alguns autores transformaram no cânone que nega a diferença entre versão e verdade.

Outra dificuldade refere-se à lei do silêncio que tem enorme peso nas vizinhanças pobres, não excluindo ninguém envolvido: moradores, funcionários governamentais e não governamentais, policiais e milícias. Nada mais adequado para romper a barreira da lei do silêncio do que a pesquisa etnográfica, que se sustenta na confiança entre entrevistador e entrevistado. Um estratagema para soltar o verbo dos entrevistados é o emprego de grupos focais ou de entrevistas coletivas com mais de dois entrevistados.
ZALUAR, A. Pesquisando no perigo: etnografias voluntárias e não acidentais.
Mana, Rio de Janeiro, v. 15, n. 2, 2009 (adaptado).

A partir do texto, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas.

I. O emprego de grupos focais e de entrevistas coletivas em pesquisas de natureza antropológica aumenta a chance de superar a lei do silêncio e a mentira.

PORQUE

II. Os grupos focais e as entrevistas coletivas permitem o acesso às informações em um padrão de conversa mais próximo do cotidiano dos interlocutores do que normalmente ocorre em uma entrevista face a face, garantindo os princípios de privacidade e de segurança dos participantes.

A respeito dessas asserções, assinale a opção correta.

A) As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa correta da I.

B) As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa correta da I.

C) A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.

D) A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.

E) As asserções I e II são proposições falsas. 


ENADE 2021 - QUESTÃO 30 - BACHARELADO
Os sistemas simbólicos não devem ser pensados como estáticos, mas sim, dinâmicos, atendendo ao curso da história para se reproduzirem. Em toda mudança vê-se também a persistência da substância antiga: a desconsideração que se tem pelo passado é apenas relativa.
SAHLINS, M. Ilhas de História. Rio de janeiro: Zahar, 1990, p. 190 (adaptado).

A partir do texto de Sahlins, é correto afirmar que a tradição compreende um conjunto de sistemas simbólicos que

A) referendam a tese do "fim da história".

B) coordenam a ação em espaços e tempos particulares.

C) são específicos de sociedades não-ocidentais.

D) são passados de geração à geração com um caráter de permanência e repetição.

E) são inalterados na passagem entre o passado, o presente e o futuro.


ENADE 2021 - QUESTÃO 31 - BACHARELADO
TEXTO I
A política de reconhecimento dos remanescentes das comunidades dos quilombos, expressa na Constituição Brasileira de 1988, artigo 68 das disposições transitórias, introduz relevante debate e reflexão crítica sobre os limites e as possibilidades de interlocução entre o conhecimento jurídico e o conhecimento antropológico no contexto de defesa dos grupos sociais que contam com garantias constitucionais. Nesse contexto, o desafio que se apresenta à prática antropológica fundamenta-se em produzir uma problematização das próprias categorias jurídicas que foram concebidas com um caráter genérico. As discussões têm envolvido tanto o meio jurídico e antropológico quanto os próprios grupos, que seriam o público beneficiário da aplicação desse dispositivo.
CHAGAS, M. F. A política do reconhecimento dos "remanescentes
das comunidades dos quilombos”. Horizontes antropológicos, 
Porto Alegre, v. 7, n. 15, p. 209-235, jul. 2001 (adaptado).

TEXTO II
Os países da América Latina têm formações sociais e históricas muito semelhantes, independentemente de terem sido colonizados por Espanha, Portugal, Inglaterra, Holanda ou França. A substituição de povos e de natureza é a marca dessa colonização. Além dos povos indígenas, outros povos se constituíram no processo colonial. Os afrodescendentes resistentes à escravidão formaram povos, os quilombos. No século XX, passou a haver uma unidade de povos resistentes que promoveu significativa mudança nas estruturas jurídicas na América Latina e nas normativas internacionais.
SOUZA FILHO, C. F. M. de; PRIOSTE, F. Quilombos no Brasil e
direitos socioambientais na América Latina.
Revista Direito e Práxis, Rio de Janeiro, v. 8, n. 4, p. 2.904, dez. 2017 (adaptado).

Considerando os textos apresentados bem como as lutas pelo reconhecimento das comunidades tradicionais no Brasil, avalie as afirmações a seguir.

I. A produção de relatórios técnicos antropológicos tem como um dos objetivos fazer o diagnóstico de situações sociais que orientem e balizem as intervenções governamentais na aplicação dos direitos constitucionais de grupos tradicionais.

II. A noção de territorialidade negra foi um dos conceitos antropológicos que fez frente ao caráter redutor de algumas interpretações unívocas sobre a realidade fundiária das diferentes comunidades negras.

III. Diversos questionamentos dos direitos territoriais quilombolas e indígenas desconsideram as experiências históricas de ocupação territorial de grupos tradicionais no Brasil.

IV. Os marcos legais que regulamentam a reforma agrária de caráter étnico precisam ser revistos em função da aculturação de índios e quilombolas sem vínculos com aldeias e comunidades tradicionais.

V. Os direitos humanos contemporâneos asseguram, na prática, os direitos dos povos tradicionais no Brasil a autodeterminação, reconhecimento e preservação da memória.

É correto apenas o que se afirma em

A) I, II e III.
B) I, II e IV.
C) I, III e V.
D) II, IV e V.
E) III, IV e V.


ENADE 2021 - QUESTÃO 32 - BACHARELADO
Já se disse, numa expressão feliz, que a contribuição brasileira para a civilização será de cordialidade — daremos ao mundo o “homem cordial”. A lhaneza no trato, a hospitalidade, a generosidade, virtudes tão gabadas por estrangeiros que nos visitam, representam, com efeito, um traço definido do caráter brasileiro, na medida, ao menos, em que permanece ativa e fecunda a influência ancestral dos padrões de convívio humano, informados no meio rural e patriarcal. Seria engano supor que essas virtudes possam significar “boas maneiras”, civilidade. São antes de tudo expressões legítimas de um fundo emotivo extremamente rico e transbordante.
HOLANDA, S. B. Raízes do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1997 (adaptado).

Considerando o texto apresentado bem como a contribuição de Sérgio Buarque de Holanda ao pensamento social brasileiro, avalie as afirmações a seguir.

I. Em Raízes do Brasil, o autor discute a sociabilidade do brasileiro por intermédio da análise da herança portuguesa, marcada por uma “frouxidão organizacional” que levou a um padrão de convivência flexível e instável.

II. A cordialidade, tal como entendida pelo autor, estrutura o tipo ideal do brasileiro, o "homem cordial", assim caracterizado por ser agradável, simpático, pacífico e solícito.

III. De acordo com o autor, a apropriação privada da coisa pública, entendida como patrimonialismo, é marca constitutiva das relações sociais no Brasil.

IV. O autor aponta que os brasileiros têm aversão à impessoalidade e, por isso, buscam continuamente formas de estabelecer relações pessoais mesmo com estranhos.

É correto apenas o que se afirma em

A) I e II.
B) II e IV.
C) III e IV.
D) I, II e III.
E) I, III e IV.


ENADE 2021 - QUESTÃO 33 - BACHARELADO
Nos anos 1940, o estudo da opinião pública por meio de surveys estava ainda no início. Anteriormente àquela época, cientistas políticos e sociólogos assumiam que os eleitores americanos eram profundamente influenciados pela campanha presidencial — e, em particular, pela propaganda eleitoral — em suas opiniões sobre os candidatos. Para melhor entender como esses processos funcionavam, uma equipe de pesquisadores preparou um estudo de opinião pública em profundidade durante a eleição presidencial de 1944. Ao longo do período de campanha, os pesquisadores entrevistaram múltiplas vezes os mesmos indivíduos.

Os pesquisadores descobriram que os eleitores eram consistentes de uma entrevista para a outra em termos de intenção de votos. Em vez de serem influenciados por um evento particular da campanha, muitos dos eleitores entrevistados tinham decidido em quem iriam votar muito tempo antes de a campanha eleitoral começar. Na sequência desse achado, novas teorias foram desenvolvidas a fim de tentar explicar a origem dos longos e duradouros elos dos eleitores com os partidos políticos nos Estados Unidos.
KELLSTEDT, P. M; WHITTEN, G. D. Fundamentos da pesquisa
em ciência política. São Paulo: Blucher, 2015, p. 32 (adaptado).

A partir desse contexto, assinale a opção correta acerca do uso de surveys em pesquisas de opinião pública na área de Ciências Sociais e, especificamente, de Ciência Política.

A) O survey pode ser utilizado quando o pesquisador pretende identificar, de forma longitudinal, opiniões, valores, percepções e atitudes em relação a um tópico específico a ser investigado, como a escolha do voto.

B) Os pesquisadores que utilizam surveys em suas pesquisas devem realizá-las por meio da definição de amostras intencionais de entrevistados que se dispõem a participar da pesquisa.

C) Os resultados dos surveys são transcritos e os textos são analisados por softwares de análise de conteúdo, de forma a captarem os sentidos das falas dos entrevistados.

D) As pesquisas de opinião pública, com o uso de surveys, evidenciam que campanha política é a principal variável independente necessária para explicar a escolha do voto pelos eleitores.

E) As entrevistas abertas e semiestruturadas, realizadas por meio do survey, permitem ao pesquisador identificar as particularidades da escolha do voto pelos eleitores.


ENADE 2021 - QUESTÃO 34 - BACHARELADO
Às diferentes posições no espaço social correspondem estilos de vida, sistemas de desvios diferenciais que são a retradução simbólica de diferenças objetivamente inscritas nas condições de existência. As práticas e as propriedades constituem uma expressão sistemática das condições de existência (aquilo que chamamos estilo de vida) porque são o produto do mesmo operador prático, o habitus, sistema de disposições duráveis e transponíveis que exprime, sob a forma de preferências sistemáticas, as necessidades objetivas das quais ele é o produto.
BOURDIEU, P. Gostos de classe e estilos de vida. Disponível em: http://www.unifra.br/professores/arquivos/. 
Acesso em: 24 jul. 2014 (adaptado).

À luz da teoria de Pierre Bourdieu acerca dos fundamentos sociais dos gostos de classe e estilos de vida, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas.

I. Os gostos e os estilos de vida permitem que se representem, simbolicamente, diferenças de classes.

PORQUE

II. Os gostos e os estilos de vida são resultado direto do capital econômico dos agentes sociais.

A respeito dessas asserções, assinale a opção correta.

A) As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa correta da I.

B) As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa correta da I.

C) A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.

D) A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.

E) As asserções I e II são proposições falsas.


ENADE 2021 - QUESTÃO 35 - BACHARELADO
Um dos fatores fundamentais da mudança cultural é a criatividade por meio de invenções e descobertas. Outros fatores de mudança são a difusão por contatos entre povos e a inovação por intermédio de movimentos sociais revolucionários que ensejam o exercício da criatividade no plano institucional.
RIBEIRO, D. Estudos de antropologia da civilização, IV:
os brasileiros, livro I - Teoria do Brasil, 2. ed. 
Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1975 (adaptado).

A partir do conceito de mudança cultural proposto por Darcy Ribeiro, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas.

I. A mudança cultural ocorre por interação entre grupos sociais, por intermédio da difusão de novos hábitos, práticas, técnicas e costumes.

PORQUE

II. A criatividade, a inovação e assimilação de novas culturas são características comuns a todos os movimentos sociais.

A respeito dessas asserções, assinale a opção correta.

A) As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa correta da I.

B) As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa correta da I.

C) A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.

D) A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.

E) As asserções I e II são proposições falsas.


ENADE 2021 - QUESTÃO 27 - LICENCIATURA 
Os direitos humanos correm o risco de ser enfraquecidos por programas de desregulamentação administrativa e dos mercados, abertura econômica e relativização da soberania do Estado. A redução da “cobertura” de leis e códigos de proteção e direitos, bem como a precarização das instituições encarregadas de aplicá-los, faz com que o alcance jurídico dos direitos humanos seja diminuído, o que implica um rebaixamento da própria cidadania.
FARIA, J. E. Temas antropológicos para estudos jurídicos. Blumenau: Nova Letra, 2012 (adaptado).

Com base no texto, avalie as afirmações a seguir.

I. Os direitos sociais, concebidos para se concretizarem por meio de políticas compensatórias, têm sido atingidos pelos processos de desregulamentação do mercado de trabalho e pela terceirização de serviços essenciais, mas, em compensação, tais medidas aumentaram a oferta de empregos formais no país.

II. A falta de recursos materiais e de recursos humanos dificulta a atuação dos serviços de combate à violência contra a mulher, o que constitui um obstáculo à consolidação de redes de proteção das mulheres ameaçadas.

III. Contingenciamentos orçamentários ao Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (IBAMA) e restrições administrativas para aplicar multas e apreender equipamentos dos desmatadores ilegais contribuem para o aumento do desmatamento e das queimadas e colocam em risco os direitos territoriais de povos tradicionais.

É correto o que se afirma em

A) I, apenas.
B) III, apenas.
C) I e II, apenas.
D) II e III, apenas.
E) I, II e III.


ENADE 2021 - QUESTÃO 28 - LICENCIATURA 
Segundo relatório divulgado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), 1,7 milhão de adolescentes brasileiros de 15 a 17 anos está fora das salas de aula. Entre os fatores que mais contribuem para a evasão escolar, estão violência, gravidez na adolescência, renda familiar e distância entre escolas e comunidades.

A pesquisa foi realizada em outros 23 países. Brasil, Indonésia, México e Turquia tiveram um diferencial: além do levantamento quantitativo, utilizando bases de dados locais, foram formados 25 grupos focais e realizadas 51 entrevistas. No total, 250 adolescentes fizeram parte do estudo entre outubro e dezembro de 2012 e entre maio e novembro de 2013.

A pesquisa foi realizada em outros 23 países. Brasil, Indonésia, México e Turquia tiveram um diferencial: além do levantamento quantitativo, utilizando bases de dados locais, foram formados 25 grupos focais e realizadas 51 entrevistas. No total, 250 adolescentes fizeram parte do estudo entre outubro e dezembro de 2012 e entre maio e novembro de 2013.
Disponível em: https://www.hojeemdia.com.br/. Acesso em: 30 maio. 2020 (adaptado).

De acordo com as informações apresentadas, avalie as afirmações a seguir.

I. A evasão escolar é um fenômeno complexo que pode ser apreendido pela padronização das informações, pela compreensão da dinâmica dos processos sociais e suas contingências, ou pela articulação entre os métodos quantitativo e qualitativo.

II. A vulnerabilidade socioeconômica dos jovens brasileiros, participantes da pesquisa, contribui para a evasão escolar, o descompasso entre idade/ano (série) e atraso no Ensino Médio.

III. O enfrentamento do problema da evasão escolar passa, em parte, por políticas públicas de investimento na educação, valorização do professor e participação da comunidade escolar nas decisões que lhe dizem respeito.

É correto o que se afirma em

A) II, apenas.
B) III, apenas.
C) I e II, apenas.
D) I e III, apenas.
E) I, II e III.


ENADE 2021 - QUESTÃO 29 - LICENCIATURA 
Muito da criatividade da Antropologia é consequência da tensão entre duas questões: a que explica o homem universalmente e a que explica a cultura particularmente. Sob esse aspecto, a mulher nos proporcionou um dos problemas mais desafiantes a ser considerado. O status secundário feminino na sociedade é uma das verdades universais, um fato pancultural. Mesmo nesse fato universal, as concepções culturais específicas e as simbolizações da mulher são extraordinariamente diversas e mesmo mutuamente contraditórias. Além disso, o verdadeiro tratamento das mulheres e seu poder e contribuição relativos variam muito de cultura a cultura e em períodos diferentes na história das tradições culturais particulares. Os dois pontos de vista – o fato universal e a variação cultural – constituem problemas a serem esclarecidos.
ORTNER, S. Está a mulher para o homem assim como a natureza para a cultura? In: ROSALDO, M.; LAMPHERE, L. (org.).
A Mulher, a cultura, a sociedade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979 (adaptado).

Um professor do Ensino Médio, considerando a relevância do debate sobre as representações e práticas que sustentam as desigualdades no âmbito das relações de gênero, pretende apresentar a temática em sala de aula e, para tanto, tem à disposição os três recursos didáticos a seguir.

Recurso didático I
Triste, Louca ou Má
(Francisco, El Hombre)

Triste, louca ou má
Será qualificada ela
Quem recusar
Seguir receita tal

A receita cultural
Do marido, da família
Cuida, cuida da rotina

Só mesmo rejeita
Bem conhecida receita
Quem, não sem dores,
Aceita que tudo deve mudar

Que um homem não te define
Sua casa não te define
Sua carne não te define
Você é seu próprio lar

Eu não me vejo na palavra
Fêmea: Alvo de caça
Conformada vítima
Disponível em: https://www.letras.mus.br/. Acesso em: 12 jun. 2020 (adaptado).

Recurso didático II

PAULINO, R. Série Bastidores, 1997, imagem transferida sobre tecido, bastidor e linha de costura, 30cm.
PAULINO, R. Série Bastidores, 1997, imagem transferida
sobre tecido, bastidor e linha de costura, 30cm.

Recurso didático III

Recurso didático III
Disponível em: https://novaescola.org.br/. Acesso em: 12 jun. 2020 (adaptado).

Considerando a adequação dos recursos didáticos apresentados para uso em sala de aula pelo referido professor, avalie as afirmações a seguir.

I. O recurso didático I deve ser o escolhido pelo docente, em detrimento dos recursos didáticos II e III, tendo em vista a temática a ser debatida.

II. O professor deve utilizar o recurso didático II, pois o I é de interpretação complexa para os estudantes do Ensino Médio, e o III limita-se a tangenciar o tema.

III. Os recursos didáticos I, II e III são pertinentes ao tema e adequados ao uso pelo professor, para debate da temática em sala de aula.

IV. Devem ser selecionados os recursos didáticos I e III, pois canções e redes sociais são bastante conhecidas dos alunos, excluindo-se o recurso didático II, que não faz parte da vivência dos estudantes.

É correto apenas que se afirma em

A) III.
B) IV.
C) I e II.
D) I e IV.
E) II e III.


ENADE 2021 - QUESTÃO 30 - LICENCIATURA 
Segundo Nancy Fraser, as atuais compreensões sobre justiça podem ser esquematizadas com base nos paradigmas da justiça socioeconômica e da justiça cultural ou simbólica: distribuição e reconhecimento, respectivamente. Reconhecimento e distribuição, universalismo e particularismo, e direito à igualdade e direito à diferença são categorias que apontam para o desafio da reflexão e da prática com vistas à superação da discriminação e da desigualdade.
RIOS, R. R. Direito à diferença ou direito geral de igualdade?
In: SOUZA, C. A. (Coord.). Antropologia e direito. 
Brasília: Associação Brasileira de Antropologia;
Nova Letra, 2012 (adaptado).

Considerando as informações a respeito dos paradigmas de justiça, avalie as afirmações a seguir.

I. Para que se alcancem justiça social e cidadania no país, é necessário evitar a combinação entre ações de reconhecimento das diferenças étnicas e comportamentais e ações de distribuição de renda e de benefícios sociais.

II. A adoção de componentes curriculares que abordem os modos de reprodução das desigualdades sociais e de preconceitos de etnia e gênero é uma das alternativas adequadas para promover a igualdade e o combate à discriminação a partir do processo de escolarização.

III. Aqueles indivíduos e grupos sociais que sofrem com estereótipos presentes na cultura dominante e nas interações sociais devem ter, no contexto escolar, espaços de reconhecimento e empoderamento como antídotos às discriminações.

É correto o que se afirma em

A) I, apenas.
B) II, apenas.
C) I e III, apenas.
D) II e III, apenas.
E) I, II e III.


ENADE 2021 - QUESTÃO 31 - LICENCIATURA
Os quilombolas, compreendidos também como povos ou comunidades tradicionais, exigem que as políticas públicas a eles destinadas considerem a sua inter-relação com as dimensões históricas, políticas, econômicas, sociais, culturais e educacionais que acompanham a constituição dos quilombos no Brasil. Consequentemente, a Educação Escolar Quilombola não pode ser pensada somente se levando em conta os aspectos normativos, burocráticos e institucionais relacionados à configuração das políticas educacionais. A sua implementação deverá ser sempre acompanhada de consulta prévia e realizada pelo poder público junto às comunidades quilombolas e suas organizações.
BRASIL/CNE. parecer CNE/CEB n. 16/2012. Diretrizes Curriculares 
Nacionais para a Educação Escolar Quilombola, 2012 (adaptado).

Considerando o texto e as discussões sobre políticas de articulação escola/comunidade quilombola, avalie as afirmações a seguir.

I. A relação entre educação e movimentos sociais na educação quilombola objetiva adequar essa organização cultural ao sistema educacional.

II. A história, a memória, o território, a ancestralidade e os conhecimentos tradicionais da comunidade quilombola são aspectos considerados na garanti a do direito à educação quilombola.

III. O papel da comunidade quilombola é determinante nos processos decisórios acerca da educação escolar a ser nela implementada.

É correto o que se afirma em

A) I, apenas.
B) II, apenas.
C) I e III, apenas.
D) II e III, apenas.
E) I, II e III. 


ENADE 2021 - QUESTÃO 32 - LICENCIATURA
O pensamento de Paulo Freire – a sua teoria do conhecimento – deve ser entendido no contexto em que surgiu o Nordeste brasileiro, onde, no início da década de 1960, metade de seus 30 milhões de habitantes vivia na “cultura do silêncio”, como ele dizia, isto é, eram analfabetos. Era preciso “dar-lhes a palavra” para que transitassem para a participação na construção de um Brasil que fosse dono de seu próprio destino e que superasse o colonialismo.
GADOTTI, Moacir. paulo Freire : uma bibliografia. 
São Paulo: Cortez, 1996.

Com base no texto e nas ideias freireanas, avalie as asserções a seguir e a relação proposta entre elas.

I. Paulo Freire denunciou a opressão e a exclusão gerada pela supressão do direito à educação e à cidadania, defendendo a educação como uma empreitada coletiva.

PORQUE

II. A educação deve ser compreendida como um ato político, pois deve incentivar a reflexão e a ação consciente e criativa do sujeito em seu processo de libertação.

A respeito dessas asserções, assinale a opção correta.

A) As asserções I e II são proposições verdadeiras, e a II é uma justificativa correta da I.

B) As asserções I e II são proposições verdadeiras, mas a II não é uma justificativa correta da I.

C) A asserção I é uma proposição verdadeira, e a II é uma proposição falsa.

D) A asserção I é uma proposição falsa, e a II é uma proposição verdadeira.

E) As asserções I e II são proposições falsas.


ENADE 2021 - QUESTÃO 33 - LICENCIATURA
O Decreto n. 5.626/2005, que dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais (Libras) considera a pessoa surda como aquela que, por ter perda auditiva, compreende e interage com o mundo por meio de experiências visuais. Em consonância com o decreto, nas escolas públicas em que há crianças surdas ou com deficiência auditiva matriculadas, faz-se necessário o desenvolvimento de práticas capazes de garantir o seu direito à educação.
Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2005/
Decreto/D5626.htm. Acesso em 20 abr. 2020 (adaptado).

Considerando as ações necessárias para a escola garantir o direito à educação das crianças surdas, avalie as afirmações a seguir.

I. É necessário criar situações em sala de aula que promovam o convívio social entres as crianças, que estimule o respeito às diferenças, promovendo o reconhecimento das suas potencialidades e o desenvolvimento afetivo, cognitivo, linguístico e sociocultural.

II. A Libras deve ser assegurada como a primeira língua da criança surda, considerando-se a Língua Portuguesa, na modalidade escrita, como a segunda.

III. É fundamental disponibilizar intérpretes de Libras para as crianças surdas, e caso não seja possível, é preciso solicitar aos familiares que procurem outra escola mais preparada.

IV. A escola deve fomentar parcerias com os pais com o objetivo de acolhê-los e ajudá-los a constituir uma imagem positiva de seu filho surdo, auxiliando-o na compreensão da sua realidade.

V. Os professores precisam desenvolver, em relação aos alunos surdos, processos de avaliação mais subjetivos com foco nas dificuldades de aprendizagem desses alunos.

É correto apenas o que se afirma em

A) I e V.
B) II e III.
C) I, II e IV.
D) I, III, IV e V.
E) II, III, IV e V.


ENADE 2021 - QUESTÃO 34 - LICENCIATURA
As percepções sobre o termo liderança revelam uma configuração ainda precária da realidade brasileira no campo da gestão escolar. As pesquisas internacionais apresentam uma gama significativa de resultados sobre o tema há, pelo menos, mais de duas décadas. Vale lembrar que os estudos sobre escolas eficazes, na sua maioria, apontam o efeito da liderança do gestor como um dos principais fatores explicativos dessa equação.

Um sobrevoo nos dados da pesquisa Olhares Cotidianos sobre a Gestão Escolar (OCGE), realizada com gestores e professores de seis escolas de um município brasileiro, permite identificar, de forma geral, noções sobre o termo, ao se solicitar ao grupo algum tipo de caracterização mais precisa de liderança:

"Isso aí é uma coisa que se tem ou não se tem." (Ana, Grupo Liderança).
"O dom da palavra, do convencimento..." (Andrea, Grupo Liderança).
"Carisma" (Cíntia, Grupo Liderança).
"A pessoa nasce com isso ou não." (Adriana, Grupo Liderança).
COELHO, F. M. O Cotidiano da Gestão Escolar: o método de caso na sistematização de problemas. 
Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 40, n. 4, out./dez. 2015, p. 1.261-1.276 (adaptado).

Relacionando as ideias de liderança expostas pelas participantes da pesquisa sobre o exercício da gestão escolar, avalie as afirmações a seguir.

I. As respostas de Ana e Adriana reforçam as concepções defendidas pelas investigações científicas do campo educacional contemporâneo sobre liderança, que afirmam que nem todos podem ser gestores escolares e que é preciso ter a qualidade de empreendedor para ocupar esse cargo.

II. Ana e Cíntia expõem ideias que são coerentes com os estudos atuais sobre a prática da gestão escolar, pois enfatizam o estilo administrativo do gestor, que é um fator fundamental para se compreender a liderança e as suas relações com os objetivos educacionais das escolas.

III. Em suas respostas, Andrea e Cíntia expressam a ideia de liderança a partir de um de seus aspectos, o interpessoal, embora outros fatores relevantes interfiram na gestão escolar, como o administrativo e/ou o pedagógico.

IV. As afirmações das participantes relacionam a liderança a uma capacidade de convencimento e a uma habilidade inata do líder – concepções já ultrapassadas pelas investigações educacionais sobre o tema no cenário contemporâneo.

É correto apenas o que se afirma em

A) I e IV.
B) II e III.
C) III e IV.
D) I, II e III.
E) I, II e IV.


ENADE 2021 - QUESTÃO 35 - LICENCIATURA
As redes sociais promovem formas de interação entre indivíduos agrupados por interesses mútuos, identidades semelhantes e também por valores compartilhados. Nesse contexto, a Internet vem se tornando um importante espaço para movimentos sociais por possibilitar uma acelerada e ampla difusão de ideias e absorção de novos elementos em busca de algo em comum. Assim, o s movimentos sociais se fazem valer cada vez mais da “democracia informaciona l”, da “ ciberdemocracia” e da prática do “ ciberativismo”.

A partir das ideias sobre comunicação e interação virtual, avalie as afirmações a seguir.

I. Os movimentos sociais tendem a perder força, prestígio e visibilidade com o crescimento da virtualidade junto à nova geração de jovens e adultos.

II. Ciberdemocracia, democracia informacional e ciberativismo podem ser classificados como movimentos advindos da virtualidade.

III. As redes sociais potencializam o ativismo fazendo uso da virtualidade, no entanto, ainda são pouco exploradas pelos movimentos sociais da atualidade.

IV. Tempo e espaço são conceitos a serem repensados a partir da inserção cada vez maior da virtualidade na vida social.

V. É papel do educador formar e preparar os alunos para uma atuação responsável e crítica frente à virtualidade, explorando suas potencialidades.

É correto apenas o que se afirma em

A) I, II, e III.
B) I, III e IV.
C) I, IV e V.
D) II, III e V.
E) II, IV e V.


COMENTÁRIOS

Nome

Enade,18,Enem,2,Exercícios,81,Exercícios de Alemão,1,Exercícios de Biologia,4,Exercícios de Ciências,2,Exercícios de Ciências da Natureza,1,Exercícios de Ciências Humanas,1,Exercícios de Educação Infantil,2,Exercícios de Espanhol,3,Exercícios de Filosofia,2,Exercícios de Física,6,Exercícios de Francês,2,Exercícios de Geografia,10,Exercícios de História,7,Exercícios de Inglês,5,Exercícios de Italiano,1,Exercícios de Linguagens,1,Exercícios de Literatura,3,Exercícios de Matemática,11,Exercícios de Português,8,Exercícios de Química,6,Exercícios de Redação,1,Exercícios de Sociologia,4,Questões,957,Questões de Biologia,32,Questões de Ciências,30,Questões de Ciências da Natureza,75,Questões de Ciências Humanas,75,Questões de Espanhol,39,Questões de Física,25,Questões de Geografia,28,Questões de História,27,Questões de Inglês,29,Questões de Linguagens,70,Questões de Literatura,12,Questões de Matemática,179,Questões de Português,124,Questões de Química,27,Questões de Redação,4,Questões de Sociologia,20,Questões do Enade,165,Questões do Enem,185,
ltr
item
Meus Exercícios: ENADE 2021: Ciências sociais (bacharelado e licenciatura) com Gabarito
ENADE 2021: Ciências sociais (bacharelado e licenciatura) com Gabarito
https://blogger.googleusercontent.com/img/a/AVvXsEiknUOZwNd74X9cAq0bPYoH3LbruKifzQGvszQkq3bWmuygpqHIq5D-Ilv9KBlKzgWMpVEQNZoV31TuY9u1V3oeQ4Rhg4eWyfGJDOyW1OlLdugt8Ov09W5HL5q6U_c2noZoBEtXK2SKiVgDMDPAxoPW1kQCvwxJnzb1m-q0LVIGsZeb6cdN5HdYJtRw=s16000
https://blogger.googleusercontent.com/img/a/AVvXsEiknUOZwNd74X9cAq0bPYoH3LbruKifzQGvszQkq3bWmuygpqHIq5D-Ilv9KBlKzgWMpVEQNZoV31TuY9u1V3oeQ4Rhg4eWyfGJDOyW1OlLdugt8Ov09W5HL5q6U_c2noZoBEtXK2SKiVgDMDPAxoPW1kQCvwxJnzb1m-q0LVIGsZeb6cdN5HdYJtRw=s72-c
Meus Exercícios
https://www.exercicios.indaguei.com/2021/11/enade-2021-ciencias-sociais-bacharelado-e-licenciatura-com-gabarito.html
https://www.exercicios.indaguei.com/
https://www.exercicios.indaguei.com/
https://www.exercicios.indaguei.com/2021/11/enade-2021-ciencias-sociais-bacharelado-e-licenciatura-com-gabarito.html
true
8294249373369231624
UTF-8
Todas as Postagens Não foram encontradas postagens VEJA TODOS Leia Mais Resposta Cancelar resposta Deletar Por Home PÁGINAS POSTS Veja todos RECOMENDADOS PARA VOCÊ Tudo Sobre ARQUIVOS BUSCAR TODOS OS POSTS Nenhuma postagem foi encontrada Voltar para Home Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Mai Junio Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir CONTEÚDO PREMIUM BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhar em uma rede social PASSO 2: Clique no link na sua rede social Copiar todo o código Selecionar todo o código Todos os códigos foram copiados Não é possível copiar os códigos / textos, pressione [CTRL] + [C] para copiar Tabela de conteúdo